Como lidar com um projeto drive-to-store com o Google My Business? - Localoo

Você está buscando atrair mais tráfego para os seus pontos de venda, mas não sabe por onde começar? Vamos ver tudo isso em detalhes.

Realmente, existem diversas ações de marketing que podem levar sua clientela da web à sua loja. De fato, como 88% dos usuários de Internet que fizeram uma busca local visitaram os pontos de venda que estavam a menos de 8 km de suas casas, fica claro o desafio de estar visível no momento certo. Assim, sem mais delongas, vamos começar por uma avaliação da sua situação digital.

1)   Você é iniciante no nível digital?

Talvez você não saiba o que é o Google My Business, o elemento indispensável do posicionamento local no varejo? É simplesmente A vitrine digital dos seus estabelecimentos que permite que os usuários encontrem você: endereço, número de telefone, fotos, horários, link para o seu site, avaliações etc.

No varejo, em média, uma ficha do Google aparece milhares de vezes por mês nos resultados de busca. É muita coisa! Comece a saber um pouco mais por aqui.

Você criou algumas fichas no Google My Business aqui e ali, mas ainda não criou para toda a sua rede? Atenção: pode ser que algumas fichas tenham sido criadas automaticamente por bots do Google ou até mesmo usuários, sem o seu conhecimento. Portanto, o ponto de partida será recuperar a propriedade de cada uma de suas fichas para controlar as suas informações. Para fazer um primeiro teste de visibilidade de um dos seus pontos de venda, acesse aqui.

2)   Você já conhece bem esses problemas, mas quer ir mais longe?

As suas informações estão atualizadas nas fichas do Google My Business, mas também em outras plataformas como Facebook, Waze ou diretórios. Muito bem, é um passo muito importante. No entanto:

Você precisa mudar seus horários por um motivo excepcional ou fazer upload do seu novo logotipo no Google, Waze ou Facebook?

Em vez de passar semanas fazendo tudo à mão ou delegar a uma agência digital, há soluções que permitem fazer essas alterações de modo automatizado, a exemplo da Lapeyre, que, em 2017, conseguiu mudar seu logotipo e slogan instantaneamente em várias plataformas para centenas de pontos de venda.

Sua rede está em plena expansão ou, ao contrário, está lidando com fechamentos? É importante tornar os seus novos pontos de venda visíveis assim que possível: crie as suas fichas antes, anunciando as datas de abertura no Google.

No caso dos fechamentos, é importante que esses pontos de venda sejam anunciados como “fechado” o mais rápido possível, para que os usuários não se dirijam à loja à toa. Paralelamente, aproveite para publicar um Google Post sugerindo uma loja aberta nas proximidades, o que evitará deixar que seus clientes fujam para a concorrência.

Você está prevendo obras em alguns pontos de venda? É melhor indicar que estarão temporariamente fechados para evitar induzir os clientes ao erro. Sabia que, em 2019, o Crédit Lyonnais reformou todas as agências de sua rede (40 por mês)? Isso significou fechamentos temporários e avisos aos clientes, indicando a agência mais próxima por meio de Google Posts.

Você quer garantir que os usuários encontrem você em um conjunto de plataformas como diretórios, sistemas de GPS e redes sociais? Saiba que a divulgação em múltiplas plataformas, a homogeneidade e a atualização regular das suas informações é crucial, na visão do Google, para que você apareça no topo dos resultados. É o que chamamos de Domain Authority e NAP Consistency. O objetivo neste caso é definir os sites que são mais importantes (por exemplo,  Facebook, Apple Plans etc.) e divulgar as informações das lojas em cada um deles. Dá muito trabalho, mas os usuários agradecerão.

Você recorre a uma agência digital e aposta tudo no posicionamento pago do tipo AdWords? Atenção: o posicionamento pago se baseia no posicionamento natural. Portanto, é importante começar pelas coisas mais importantes. Coloque a publicidade no Google ou no Waze em stand-by se 30% de suas lojas não estão listadas ou não estão com as informações atualizadas.

3)   Você não se reconhece em nenhum dos casos acima?

Algumas lojas possuem modelos específicos que necessitam de uma estratégia digital adaptada. Veja alguns casos:

A sua empresa possui uma atividade sazonal? Nesse caso, é indispensável diferenciar os horários em função dos períodos de atividade. A Pierre & Vacances Center Parcs entendeu bem isso. Apesar das mudanças de horários conforme as estações e os fechamentos em certos períodos, a marca mantém suas informações sempre atualizadas para os usuários.

Você faz parte de uma rede de comerciantes independentes ou franqueados?  A gestão dessas redes é complexa, pois as decisões nem sempre são centralizadas. Vejamos o exemplo da rede Brit Hotel, composta por uma centena de hotéis independentes. A matriz decidiu propor uma solução digital para os membros de sua rede com um preço negociado que levou à inscrição de 40 hotéis no primeiro ano, 20 nos 6 meses seguintes e muito mais posteriormente. Se quiser mais detalhes sobre os problemas digitais das redes de comerciantes independentes, encontre aqui o caso do BigMat, ou sobre as redes de franqueados, aqui tem um outro caso sobre os Institutos Guinot Mary Cohr.

Sua marca gosta de fazer pop-up stores? Sobre esse tipo de conceito efêmero, há um duplo desafio estratégico de aparecer com muita rapidez no topo dos resultados no período de abertura, mas também fazer com que a ficha desapareça imediatamente após o fechamento da pop-up store.

“Apareça! ” com o Localoo

Sobre o Localoo: 

O Localoo aumenta a visibilidade em toda parte, o tempo todo, gerando até 7x mais contatos do que o seu site na Internet, aumentando seu tráfego web-to-store e melhorando a interação com os seus clientes por meio das avaliações.

Trabalhamos com 80.000 pontos de venda na Europa, como Carrefour, Starbucks, Toyota, Crédit Agricole etc.

Próximos artigos