Local Surfaces: como inclur o Google Shopping gratuitamente no GMB

Em abril de 2020, o Google mudou o mundo do e-commerce ao anunciar que os produtos podem ser mostrados de forma gratuita nos resultados do Google Shopping. Esta nova abordagem, lançada pela primeira vez nos Estados Unidos, está aos poucos se espalhando pelo mundo, inclusive no Brasil!

Trata-se de uma mudança significativa para o Google Shopping depois de oito anos enquanto serviço pago. Para os varejistas, isso significa que não é mais necessário publicar um anúncio para aparecer no Google Shopping, já que agora a maioria dos resultados são orgânicos.

Em particular, essa novidade tem um impacto no SEO local, uma vez que os produtos do Google Shopping agora podem aparecer nas fichas do Google My Business de modo gratuito: o display e os cliques nos produtos que aparecem nas fichas não custam mais nada para a marca.

A Localoo descreve aqui neste artigo todas as implicações dessa novidade! Estamos falando de LIA, Merchant Center, Google Shopping e, claro, Google My Business 🙂

1. O que é o Google Shopping?

O Google Shopping é um mecanismo de busca especializado em anúncios pagos de produtos e que agora conta também com anúncios gratuitos considerados relevantes pelo Google como resultado da consulta do usuário. Isso representa, de certa forma, um retrocesso para o Google já que este produto, chamado primeiramente de Froogle, era gratuito antes de se tornar pago em 2012.

Os usuários podem acessar o Google Shopping através da aba “Shopping” no mecanismo de busca google.com ou no aplicativo do Google. Um carrossel de anúncios também pode aparecer nos resultados de pesquisa após certas consultas.

Os usuários podem especificar e filtrar os resultados exibidos pelo Google Shopping clicando em sites de varejistas ou marketplaces como a Amazon. Isso inclui a possibilidade de ver os produtos disponíveis para “Comprar no Google”. Voltaremos a essa questão mais tarde. Os anúncios nem sempre aparecem quando certos filtros são aplicados.

2. O que é o Google Local Surfaces

O programa Google Platforms – “Surfaces” em inglês – permite que você exiba seus produtos GRATUITAMENTE em um grupo de mídias do Google: Google Images, Google Shopping, Google Lens e Google Search.

O Google explica em sua Central de Ajuda: “Assim como não cobramos os sites que fazem parte da indexação de pesquisa do Google, permitimos que os produtos dos comerciantes participantes apareçam gratuitamente nos resultados dos produtos na loja em diferentes plataformas do Google.”

Se você tem lojas físicas, há um programa separado no Google Merchant Center (GMC) chamado Local Surfaces para exibir produtos disponíveis nas lojas no Google Search, Google Images, Google Shopping, Google Lens e, claro, Google Maps e Google My Business!

O que é o Google Merchant Center? É um serviço criado pelo Google em 2010 para importar dados sobre os catálogos de produtos dos varejistas no Google Shopping.

google merchant center

3. Como você pode fazer seus produtos aparecerem gratuitamente no Google Shopping?

Para começar a exibir seus produtos gratuitamente no Google Shopping, você precisa ter uma conta do Google Merchant Center (GMC). É aqui que você pode montar a sua loja e fornecer todas as informações sobre os seus produtos. A criação e o uso do Google Merchant Center são gratuitos, quer você anuncie no Google Ads ou não.

Um feed de produtos é um arquivo estruturado, planilha ou API conectado ao seu banco de dados que contém todas as informações relevantes sobre os produtos que você vende, incluindo um título de produto otimizado, descrição, imagens ou preço. Você pode encontrar a lista completa dos atributos do feed de produtos aqui.  Você precisa carregar seu feed de produtos para o Google Merchant Center para poder criar anúncios pagos ou ser incluído nas listas orgânicas do Google Shopping.

google merchant center

Você pode criar e carregar manualmente um feed de produtos no Excel ou no Google Sheets, mas é complicado gerenciar se seus produtos, estoque ou preços mudam regularmente. É melhor automatizar a criação e o upload do feed de produtos, e há muitas maneiras de fazer isso.

A maioria das plataformas de e-commerce tem plugins ou aplicativos que geram automaticamente os feed de produtos ou um desenvolvedor pode criar um feed que será atualizado automaticamente. Soluções como Shopify, BigCommerce e WooCommerce têm integrações para automatizar dados de produtos e atualizações de estoque no Google Merchant Center.

Você também pode publicar seu feed no Google Sheets, fazer o upload em seu site e agendar a recuperação de dados pelo Google regularmente, ou ainda usar a Content API for Shopping de para contas maiores e mais complexas.

google merchant center feeds

Para ativar o Google Surfaces a partir do seu Merchant Center:

  1. Clique em “Crescimento” no menu esquerdo do GMC
  2. Clique em “Gerenciar programas”
  3. Selecione “Faça promoção gratuita de seus produtos na loja”.

4. Como ativar a parte “local” do programa Surfaces?

Para ativar a parte “local” do programa Surfaces, é necessário ter um feed de estoque de produtos local separado que liste os produtos disponíveis em suas lojas e que sejam atualizados pelo menos uma vez por dia.

Os anunciantes que já ativaram o Local Inventory Ads (LIA) dentro de seu Merchant Center podem ativar esse recurso, basta um opt-in para mostrar os produtos no GMB via Local Surfaces. Como explicamos no começo deste artigo, este recurso não tem custo de exibição e de clique. Ele permanece ativo mesmo que nenhuma campanha LIA tenha sido criada: basta opt-in.

A única dificuldade é a implementação de um feed LIA mais complexo (volume de informações do produto para cada loja, dados não atualizados, etc.). Neste caso há um processo de verificação de estoque em 2/3 das lojas em sua rede para validar sua elegibilidade para o Local Surfaces. Em seguida, você deve fornecer ao Google, por telefone, a prova da existência de estoque para 10% dos produtos em seu feed Merchant Center!

Abaixo podemos ver que existem dois tipos de feed: o primeiro com as informações do seu produto (preço, descrição, nome…) e o segundo, o “feed de estoque de produtos locais” (local product inventory feed), que corresponde aos seus estoques no ponto de venda. Abaixo está a nota “Verificação de estoque: concluída” (Inventory verification: verified).

inventory verification

Para exibir seus produtos no Google My Business, é preciso vincular sua conta do Merchant Center à sua conta do Google My Business. Para fazer isso, faça uma solicitação ao Merchant Center e valide a partir do seu back-office GMB ou peça ao seu gerente de conta Localoo, se você teve a boa ideia de confiar em nós para gerenciar seus dados de ponto de venda online!

connection google my business google shopping

Agora que você configurou a exibição dos produtos do Google Shopping no Google My Business, vamos responder a outras dúvidas que possam eventualmente aparecer.

5. Como são os anúncios gratuitos do Google Shopping?

No computador, há pouca diferença entre os anúncios pagos de produtos e os anúncios orgânicos, como você pôde ver na captura de tela acima. No entanto, no celular, o Google exibe os anúncios orgânicos de várias maneiras, dependendo das categorias de produtos.

Na maioria das vezes, eles são exibidos em uma lista de forma horizontal como na captura de tela acima à esquerda. Mas você também pode vê-los exibidos lado a lado com fotos um pouco maiores e o Google pode eventualmente testar outros formatos, como fotos de página inteira.

O Google compara preços, modo e taxa de entrega, além de outros itens quando várias lojas oferecem o mesmo produto. Como você pode notar na captura de tela acima, o usuário pode clicar diretamente no nome do vendedor ou “Comparar os preços de mais X lojas”. Ao clicar neste link, você verá uma lista com classificações de vendedores, políticas de devolução, ofertas, descontos e taxas de entrega. Esses anúncios levam aos sites de outras marcas.

6. Como rastrear e medir o tráfego dos anúncios orgânicos do Google?

O Google adicionou relatórios no Google Merchant Center para exibir os cliques pagos e os não pagos. Você encontrará os gráficos na aba “Visão geral” no GMC e há um novo relatório de desempenho que mostra os cliques do programa Surfaces.

No Google Analytics, os cliques de anúncios de produtos orgânicos são agrupados com o tráfego no “google/organic”. Isso significa que você não pode comparar os resultados dos seus anúncios de produtos orgânicos com os do seu tráfego orgânico tradicional. Por outro lado, um simples tagging permitirá que você obtenha informações mais precisas sobre o desempenho dos cliques feitos em seus anúncios de produtos do Google Shopping.

Você pode adicionar o tagging diretamente no feed ou usando as regras de feed no Google Merchant Center. No Google Analytics, certifique-se de que a opção Configurações Avançadas para alterar manualmente as taggings não esteja habilitada nas configurações de propriedade do Google Analytics.

Uma vez que seu feed estiver reorganizado, você poderá ver como esses cliques gratuitos do programa Surfaces impactam o seu site.

7. Como otimizar meus produtos para compras no Google?

Existem vários fatores que podem melhorar sua visibilidade no Google Shopping. Os preços e títulos dos produtos são dois dos aspectos mais importantes quando se trata de otimizar a publicação de um produto. Aqui estão mais alguns recursos para ajudá-lo a otimizar seus feeds de produtos no Google Shopping.

Otimização de títulos de produtos

Pesquisas mostraram que a otimização de títulos de produtos melhora a impressão e a quantidade de cliques nos anúncios de compra do Google e provavelmente os resultados são semelhantes para as listas orgânicas. Entender como os usuários procuram por produtos como o seu ajudará você a criar títulos de produtos bem otimizados em seu feed.

Fontes de pesquisa de palavras-chave

Se você já está fazendo campanhas de Shopping, certifique-se de usar seus relatórios de palavras-chave de pesquisa para entender quais palavras-chave mais levam aos seus anúncios de produtos. Considere adicionar palavras-chave populares que funcionam bem em seus títulos de produtos para chamar mais a atenção dos usuários.

As páginas de resultados do Google Search, Shopping e Imagens também oferecem mais ideias para encontrar palavras-chave. Nos resultados de compra, veja as opções de filtragem que o Google exibe para as categorias dos seus produtos. O Google também exibe as opções de filtragem mais populares e pesquisas semelhantes na parte inferior das páginas de resultados de pesquisa.

Preços

Se você executar anúncios do Google Shopping, o Relatório de Competitividade de Preços do Merchant Center permite que você compare os preços de seus produtos com os da concorrência. Para usar este recurso, você deve se registrar Market Insights no GMC. Este relatório apresenta apenas dados de anúncios, mas pode ajudá-lo a determinar se seus preços correspondem ou não aos preços de mercado. Certifique-se de que os dados de preço em seu feed são exatamente o preço em suas páginas da Web.

Liquidação, preços com desconto

O Google informa quando os produtos estão em liquidação quando você usa o atributo “Preço com desconto” no feed do produto. Os descontos podem aparecer como um banner de “baixa de preço” ou “preço de venda” no Google Shopping.

Imagens do produto

É essencial ter imagens de produtos de alta qualidade. Além disso, o plano de fundo será muito importante. A recomendação padrão é mostrar suas imagens com um fundo branco. É uma boa regra, mas há espaço para experimentação. Por exemplo, mostrar um produto de mobiliário em uma sala pode indicar o seu tamanho e ajudar os usuários a visualizar esse produto em seu próprio espaço. Se possível, adicione várias imagens aos seus feeds usando o atributo additional_image_link. Você pode adicionar até 10 imagens por produto.

* * * * * * * *

Assim como dissemos nesse artigo, você tem a opção de exibir seus produtos gratuitamente em várias plataformas, incluindo as suas fichas do Google My Business. A única dificuldade pode ser configurar um feed para atualizar o estoque de produtos e a chegada de novos produtos regularmente. As equipes Localoo estão sempre à disposição se você precisar saber mais e responder às suas perguntar sobre esses assuntos.

Próximos artigos